Tuesday, December 11, 2007

Tu sem-tumor

conversa com a M. há uns instantes:

M.: Sabes que prenda é que eu queria mesmo para os meus anos?
E.: Não sei, diz-me.
M.: Tu sem-tumor
E.: Já te esqueceste, no dia dos teus anos eu estava assim como tu queres, sem-tumor! Lembras-te? Porque é que eu estava no hospital?
M.: Sim, foi a minha prenda, tu sem-tumor. E ainda tenho a minha prenda!


E com um sorriso, satisfeita com a ideia de uma mamã sem-tumor, a M. voltou a adormecer.

Felizmente. Porque eu fiquei sem saber o que dizer. Quando ela voltar a perguntar se ainda tem "eu sem-tumor" espero poder responder que sim.

3 comments:

Fran said...

I still understood your last post, but I think you are limiting your audience to people who speak both English and Portuguese...perhaps 2 blogs...or translations?

Elsa D. said...

hei Francisco queres ser o tradutor oficial? Beijinhos

tapioca said...

a Maya vai ter a sua mãe se-tumor. Não tenho dúvidas.
Tapioca